A Dor do Sentimento - Por Verônica Camargo

Passarei noites pensando 
em cada lágrima derramada
Em seu rosto pálido e sem vida 
gostaria de ver esse brilho
Mas não sei onde está!


Poderia ser como uma 

constelação de estrelas
Brilhantes e coloridas
ao meu redor


Não me sinto fértil 

ao ver tanta tristeza
Carinhos e toques, faço
para ver se você realmente se acalma


Nada resolve

a impiedosa dor que toma conta
Como faço para tira-la?
Quero que isso melhore
não quero que você sofra mais
do que deveria 


Você se sente como um 

Sociopata!
que não tem vida
Nem amor algum 
a simplesmente nada.




0 comentários: