A HBO Transformou a Profissão Mais Antiga do Mundo Em Um Grande Negócio

 Não é de hoje que o mercado do sexo da rentáveis audiências a TV aberta, (que sobrevive quase que inteiramente disso). HBO (canal pago) ha algumas semanas estreou na sua grade de programação a série O Negócio. O show trata de retratar a vida de três profissionais do sexo, Karin (Rafaela Mandelli), Luna (Juliana Schalch) e Magali (Michelle Batista). 



 Confesso que quando fui ver a série pela primeira vez esperava sexo, drogas e rock and roll ao extremo. Mas uma bela surpresa aconteceu. Por mais que série fale do mundo da prostituição ela não peca ( se é que isso seria um erro, dado o tema da série) pelo excesso de sexo. Me espantei pela forma que todas as três personagens são inseridas no programa. Cada uma com os seus próprios objetivos, mas complementares entre si. 

 Karin é uma mulher linda, mais saiu do mercado, pois para a profissão ela esta velha de mais, dispensada pelo seu antigo cafetão, Ariel (Guilherme Weber) ela decide ser a sua própria cafetina, com isso tem a ideia de abrir uma empresa que se foca no marketing (aplicado na prostituição) inteligente para atrair mais clientes. O negocio prospera e então mais duas personagens também entram nele, Magali e Luna ( a melhor amiga de Karin). Luna tem uma família e de necessário, não precisa estar "rodando bolsinha", mas ela é intereseira e para ostentar um padrão de vida que não tem, decidiu entrar no ramo. Magali é a mais divertida e a mais instável personagem da trama, ela não é "puta" mas gosta de relógios caros e hotéis luxuosos nem que para isso tenha que dormir com o sindico do hotel. Juntas elas são inseparáveis e se tornam imbatíveis, mas Ariel não ver com bom olhos os negócios de Karin e motivado pela inveja decide destruir os planos de sua antiga garota de programa. 

 Uma série espetacular, bem inscrita e empolgante. A HBO acertou em cheio mais uma vez. O Negócio é mais uma série de conteúdo contemporâneo mais realçada com humor e pitadas de suspense. Simples e empolgante a série vale apena cada segundo gasto na frente da TV.     

                                              


Um comentário:

  1. Ta faltando palavra ai no artigo rs'
    Isso me cheira a Sexy and the City Brazil

    ResponderExcluir