Coluna da Kiss - Por Marianna Kiss

Prazer, eu sou a Kiss


 Que coisa feia. Mamãe me ensinou a dizer meu nome e estender a mão em cumprimento para me apresentar às pessoas como manda a educação. Mas eu sempre me esqueço de alguma coisa e comecei no site sem as devidas apresentações.


- Oi, meu nome é Marianna Kiss. 

 Vou contar um pouquinho do que eu sou para que você possa entender a coluna Divã da Kiss.
Tenho 30 anos. Meu estado civil é VIVENDO e sou uma eterna apaixonada pelo ser humano... E por essa vida maravilhosa que Deus me deu. Claro! 

Eu era jornalista, mas aí resolvi escrever um livro sobre o universo feminino/a mulher do século 21: Como Ser Uma Mulher Solteira. Com M e S maiúsculos propositalmente. Para os homens eu digo que é uma comédia, senão eles saem correndo. Para as mulheres eu assumo que o livro é um tremendo melhor amigo. E minha paixão em falar da temática dele era tanta que me jogaram no meio de uma palestra:

– A palestra é minha?! Para eu falar?! Sério? E vocês não me avisam nada?!

Tive como resposta um “eu jurei que você tivesse entendido o convite”. Ok! Eu não fazia ideia do que eu iria falar... Daí eu comecei com “o microfone está ligado?”. E fui... Fui fazer o que eu sabia de melhor: defender as mulheres e indicar caminhos para a redescoberta da própria felicidade.  

E foi nesse mesmo dia que o destino me deu outro empurrãzinho. No final, uma moça pediu o meu contato de Personal Coach:

- O quê? – Eu assustada.
- Sim, o seu contato. Você é Personal Coach, não é?! – Ela.
- Sim, claro! Tome o meu cartão.

Como sou adepta de ditos populares... “A voz do povo é a voz de Deus”... Logo tratei de me informar sobre o que era a tal coisa que ela me chamou. Daí, descobri que Personal Coach - profissão nova no mercado -, é conhecido como um treinador motivacional para a conquista de metas e objetivos. Ou seja, é um especialista em vida pessoal. 


Intuitivamente, eu já agia como Coach com meus leitores. Os homens eram os que mais me procuravam para aconselhamento. Eu fazia-os – homens e mulheres - refletir sobre seus próprios problemas e ajudava-os a descobrir e agir com suas próprias soluções. Preferia não julgá-los ou influenciá-los, pois, cada coração é um coração, e assim também são os sentimentos e reações diante de diversas situações. Apenas ajudava-os a trilharem o próprio caminho. E como a procura foi tamanha, eu larguei minha profissão para me dedicar a essa nova paixão.

Além disso, sou fluppenseira e nunca me desligo da minha carreira de escritora. Ministro um curso de extensão e workshops – COMO SE TORNAR UM ESCRITOR, O MERCADO LITERÁRIO PARA INICIANTES. E por falar nisso há uma turma do curso em agosto, dia 17 – sábado -, de 9h às 18h, no Polo Criativo (http://www.polocriativo.com.br/cursos/como-se-tornar-um-escritor/) e um workshop – a preço popular - na Fundação Cultural Fernandes Vieira (fundcultfernandesvieira@gmail.com)

- Bem, foi um prazer me apresentar a você. Estarei na Cabana do Leitor semanalmente, falando sobre comportamento e também a respeito de eventos literários que eu frequento. E será uma honra estar presente no seu dia a dia a partir de então. Para mais informações sobre o meu trabalho, acesse: www.portalkiss.com


0 comentários: